Preview da temporada: Udinese

Investimento: lucro de €50 milhões – o maior da Europa!
Reforços: Torje, Neuton e Barreto – todos super low-profile.
Ausências: nomes fundamentais: Sanchez, Inler, Zapata.
Técnico: Francesco Guidolin.
Destaque: Antonio Di Natale, biartilheiro do Italiano.
Aposta: Badu, volante ganês de 20 anos.
Ponto fraco: elenco muito enfraquecido.
Luta por… uma vaga europeia e olhe lá.
Na temporada… que começa, a Udinese já abriu mão de qualquer tipo de expectativa maior. É um ano para reconstruir. Sem Sanchez, Inler e Zapata, a Udinese fez uma poupança para alguns anos e agora volta a apostar em jovens para remontar seu time. Di Natale é a referência absoluta tanto no ataque quanto no elenco, mas há uma série de boas promessas que merecem atenção, como o romeno Torje, o ex-gremista Neuton e o francês Sissoko. Guidolin é o melhor treinador da Série A hoje e sabe lidar com jogadores novos. O que ele precisa é de tempo e de nenhuma pressão num time que vendeu quase todos os seus craques. A Udinese pode tentar novamente uma vaga na LC? Sim, mas seria uma feito hercúleo. O clube volta a jogar num 4-4-2 na primeira rodada para melhorar a defesa com laterais mais fixos e Armero como um ponta legítimo. Isla, Pinzi e Asamoah dão consistência no meio-campo. Faltará entrosamento, mas ele vem com certeza. Certamente o time mais interessante de se acompanhar no sentido de ver a capacidade de recuperação.