Mercado da Itália em janeiro – Parte III

Genoa

Frenético no mercado, o time lígure deve apostar em Paloschi para o comando de um ataque que n ao consegue amedrontar. O retorno de Konko é excelente. No Genoa, o francês era um dos melhores externos de meio-campo da Itália, antes de ir substituir Daniel Alves no Sevilla – e fracassar. Floro Flores é um homemd e referência, mas não sei até onde pode agregar em termos de crescimento. Boselli, idem.

Palermo

Boas chegadas (Paolucci e Andjelkovic) não dizem muito sobre o futuro do clube. O elenco do Palermo é forte, mas seria necessária uma estabilidade que não chegará à Sicília.

Catania

Uma Argentina na Itália. Com Simeone e as chegadas de Schelotto e Bergessio, são 13 argentinos no elenco. Deve se salvar, e nessa ótica, as contratações são boas.

Chievo

Excelente operador de mercado, o Chievo segurou o seu volante Constant, que subitamente era desejado por meio mundo Entre empréstimos e contratações low cost, o Chievo é o melhor time para montar elencos e revelar jogadores. Dimitrijevic chega com credenciais razoáveis, mas nada além disso.

6 respostas para “Mercado da Itália em janeiro – Parte III”

  1. Mesmo que o Boni cornete, ele deixa o endereço dele. Meu caro “Zé”: por que tu não compras um pouco de colhão aí no bairro em algum lugar e assina com seu nome todo e e-mail? É isso o que o Boni faz, tchê. Abs

  2. Não é nem o caso de defender o cara, mas de ver como é fácil desmascarar esse ufanismo ridículo que é a sua marca registrada…

  3. o ato de fazer gol é relativo. Principalmente p/ um reboteiro sonolento que mal consegue sair do lugar.

    Ateh defensor do Boselli existe..

  4. Um perna-dura de grife que já fez gol de título de Libertadores em cima de time brasileiro, na casa dele…

  5. O Genoa nessa temporada é uma zona geral, já deve ter contratado uns 15 jogadores e mandado embora uns 10, e nada se resolve.

    E estabilidade no Palermo com Zamparini, é algo utópico.

  6. Boselli, ex-Estudiantes.

    Esse é um perna-dura de grife!

    Só de se aventurar alguns meses por Wigan e Genoa (sim, em maio os torcedores vão pedir sua saída, nao tenho duvida) e fazer um bom dinheiro pro pós-carreira ja será um grande negócio.

Os comentários estão desativados.