Chelsea: Terry – the good, the bad and the ugly.

“The Good, the Bad and the Ugly” um filme western de 1966, estrelado por Clint Eastwood. O título traduzido literalmente quer dizer “o bom, o mau e o feio”, e seu roteiro proporcionava o encontro de três personagens assim descritos. Zagueiro e capitão do inglês Chelsea, John Terry talvez carregue em sua personalidade, três características distintas. Continue lendo “Chelsea: Terry – the good, the bad and the ugly.”

Sem ânimo.

Eu estava pensando sobre o que escrever nesta noite de segunda (para publicação na terça). Mas confesso: me deu bode. Unificação dos títulos, Ronaldinho com salário pago pela Traffic, estádio do Corinthians com dinheiro público, racha no Clube dos 13 com patrocínio da CBF, Taça de Bolinhas, “hipotireoidismo” do Ronaldo, Patricia Amorim flertando com Ricardo Teixeira (depois de chamá-lo de criminoso), Copa do Mundo em Cuiabá, Ricardo Teixeira como destinatário do lucro da Copa, campeonatos estaduais, desisti. Tem gente que consegue ver emoção em um futebol de Jucilei, Elias, Chicão, Paulo André, Valdivia, Luan, Alex Silva, Juan, Zé Love, Edu Dracena, Souza. Desculpem. Eu não consigo. Sinceramente, nosso futebol me parece hoje muito sem graça. É verdade que em outros países, há aberrações como Berlusconi, John Terry, Materazzi, mas ainda tem mais futebol do que vergonha. Cansaço…