Tag: Escócia

E Villa chegou em Raúl

Com o gol de pênalti na suada vitória por 3 a 2 sobre a Escócia em Glasgow, o atacante David Villa, do Barcelona, entrou para a história da seleção espanhola ao anotar seu 44° gol, que o colocou no topo da lista de goleadores da “Fúria”, ao lado de Raúl, hoje no Schalke 04.

Ler mais

Vaga na porrada

“Hanno visto di che pasta siamo fatti?”, perguntou o volante Gennaro Gattuso, ainda encharcado da chuva que caiu em Glasgow durante o confronto com a Escócia. A questão – cuja tradução livre é “vocês viram que tipo de gente nós somos?” – é endereçada aos críticos na seleção e tem no tinhoso milanista um representante daquela que talvez seja sua maior qualidade: uma determinação típica de campeões.

Ler mais

Vencer já não basta

Verdade: não dá para acusar assim, com muita convicção, a seleção italiana de estar em uma situação desesperadora. Afinal, a Itália é a segunda colocada do seu grupo e tem até um confronto direto com a Escócia para poder decidir a vaga. Tudo estaria bem, não fosse um problema: o futebol ralo e escasso dos campeões mundiais.

Ler mais

Vexame Nacional

Sob uma chuva torrencial, o Milan conseguia um empate no Celtic Park que, numa Liga dos Campeões, não estava saindo mal. Dentro de casa, o time escocês é sempre um adversário tinhoso e na Europa, um pontinho fora nunca é ruim. Foi quando o zagueiro Caldwell bateu na bola, especulativamente, em direção ao gol do Milan. Com o terreno molhado, Dida concedeu o rebote e este caiu nos pés do australiano Scott McDonald. Daí não teve jeito: gol do Celtic e frenesi dos ‘Bhoys’.

Ler mais

Jogo de xadrez

Fiorentina e Roma, a principal partida da 29a rodada do Italiano não foi somente um clássico do futebol italiano. Além de dois times muito bons, apesar de um 0 a 0 que não disse o que foi realmente o jogo, o torcedor pôde ver um duelo entre dois daqueles que são os melhores treinadores da ‘nova geração’ italiana, Cesare Prandelli e Luciano Spaletti. Taticamente falando, os dois times são, entre os clubes de maior vulto, aqueles que têm um desenho tático mais lúcido.

Ler mais

A ferida que não se fecha

Na mente do torcedor milanista, a derrota de Istambul para o Liverpool foi uma tragédia que o tempo trataria de enterrar. Afinal, não há mal que sempre dure nem bem que nunca se acabe. Logo, pensaram os membros da ‘Fossa dei Leoni’, o monolítico grupo de Milanello estaria novamente unido para buscar mais uma fornada de troféus.

Ler mais

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top