É engraçado como a rivalidade entre Barcelona e Real Madrid consiga fazer um campeonato sem graça, como é o espanhol, rivalizar em termos de interesse com ligas como a inglesa ou a alemã. O confronto de Mourinho com o mundo ganhou muito mais manchetes do que o sensacional resultado do Arsenal que reabriu um campeonato no qual ainda há uma disputa verdadeira pelo título. O caráter lúdico do bem contra o mal, José Mourinho contra Guardiola, Messi contra Ronaldo, Franquistas contra Catalães é muito mais apetitoso do que o esporte sozinho. E ainda há quem não consiga ver a cultura no futebol.

Ler mais