Não vou perder tempo (demais) escrevendo sobre a cômica oficialização dos títulos que a CBF fez para tirar a atenção de si e agraciar meia dúzia de clubes com uma esmola. Faço minhas as palavras de Alberto Helena Júnior em seu blog, incluindo algumas das observações sobre meu amigo Odir, cara honestíssimo, mas cujo fanatismo pelo Santos o transtorna vez por outra.

No mais, nada a comentar. Celebrar esses “títulos” é um sintoma de complexo de inferioridade.

Ler mais