Je suis Charlie. Je ne suis pas religeux.

charlie1 (2)

A repercussão dos atentados em Paris (França), propagados por terroristas motivados por intentos teológicos, segue gerando as mais diversas repercussões. No Brasil, há um curioso temor dos intelectuais tupiniquins em condenar uma suposta possibilidade de expansão dos partidos de extrema direita europeus. O atentado ao “Charlie Hebdo” faria eclodir uma onda “anti-islã”, ou “islãmofóbica”, podendo […]

Leia Mais →

Anschauung

10885485_725630964211476_5582815750117450072_n

Há uma eletricidade caótica ao redor. Na transição de ano para ano é sempre assim. Outrora imaginei que alguns feitos poderiam ter sido não mais do que golpe de sorte. Os sinais se revelavam de uma maneira pouco imaginada, improvavelmente, tal qual o surgimento de Daniel Lanois utilizando uma camiseta do Motörhead, num documentário produzido […]

Leia Mais →

Achtung

Metamorphosis_of_Narcissus

“Quando olho o céu estrelado, acho-o pequeno. Ou fui eu que cresci, ou foi o universo que encolheu. A menos que seja os dois ao mesmo tempo.” (Salvador Dali) Numa tela branca como tantas outras. No momento em que o espaço ainda surge vazio, não há diferença entre Picasso e a criança que brinca com […]

Leia Mais →

Darstellung

grey_tree1318389928618

“Here one can neither stand nor lie nor sit/ There is not even silence on the mountains/ But dry sterile thunder without rain/ There is not even solitude in the mountains” (“The Waste Land” – T.S. Eliot) Algumas linhas reveladas e todos os segredos se irromperam. Lenta e intensamente, como o início do tracklist de […]

Leia Mais →

Pathos helênico, Stimmung alemão.

DSCF3087 (2)

“Licht, mehr licht” (Goethe) E como ficaria a rosa presa em seus cabelos, como se ela fosse uma moça da Andaluzia? Caminhando sobre a areia da praia, a espera dos cavalos selvagens, num fluxo de consciência que me faz mudar a ordem das músicas do playlist. Uma canção sulcada no “lado A” do velho long […]

Leia Mais →

O lado b dos discos do U2 (lado B).

achtung seal

Os helênicos diziam que Apolo convivia com Dionísio deus do vinho, do tragédia, da desmedida e da histeria. O solar Apolo era também o deus da medida, dos versos épicos, das artes plásticas e do sonho enquanto elemento fisiológico. Nas noites subsequentes às primeiras audições do novo álbum do U2, tive sonhos visualmente chamativos. Num […]

Leia Mais →

O lado b dos discos do U2 (lado A).

achtung seal

Certa vez um jornalista canadense escreveu na introdução de sua biografia sobre o Black Sabbath, um devaneio sobre um involuntário exercício onírico próprio. Ao contrário do que supõe do som praticado pela banda de Tony Iommi, Ozzy e cia, não foi um pesadelo.

Leia Mais →

Lado A: Running to Stand Still – Lado B: Walk On.

DSCF2937 (2)

“And the storm blows up in her eyes. She will suffer the needle chill She’s running to stand still.” (“Running to Stand Still” – U2) Já é o segundo álbum do U2 lançado e um vazio ainda reside. Dez anos atrás você tomava nas mãos uma edição de “How Dismantle an Atomic Bomb”, dizendo que […]

Leia Mais →