Nesta terça-feira (12 de fevereiro) teremos o retorno da Champions League 18/19, para início da sua fase de oitavas de final. Há dois representantes da França, PSG e Lyon, dos quais o primeiro entra em campo hoje e o segundo, na próxima semana. O PSG visitará o Manchester United em Old Trafford (Manchester/Inglaterra).

Quando o sorteio dos confrontos foi realizado ainda em dezembro de 2018, havia um panorama, drasticamente diferente agora. O Manchester United não vinha bem e passou por troca de comando, com José Mourinho sendo demitido e o antigo ídolo red devil e ex-atacante norueguês, Ole Solskjaer, assumindo a equipe.

Solskjaer esteve a frente do time em jogo oficial pela primeira vez em 30/12/2018. Disputou jogos da Premier League e FA Cup. O United ainda não foi derrotado sob seu comando. A equipe está invicta a sete rodadas na liga inglesa (6 vitórias, 1 empate). Neste meio tempo em Paris (França), vimos problemas físicos acometerem peças do elenco do PSG.

O que Tuchel pode fazer

Entre dezembro e o presente momento, a lesão que criou maior alarde com certeza foi aquela sofrida pelo brasileiro Neymar. A previsão de retorno do atacante se dá para abril. No último fim de semana teve-se confirmações de desfalques do lateral/meia belga Meunier e do atacante uruguaio Cavani. Ambos  se lesionaram no último fim de semana em jogo pela Ligue 1.

De qualquer forma o sistema defensivo, principal virtude do PSG de Tuchel que temos enaltecido aqui no 90 Minutos, não teve nenhuma baixa significativa. Como comparativo de funcionalidade defensiva, basta observarmos o número de gols sofridos pelo PSG em 24 rodadas da Ligue 1 17/18 e 18/19.

Na última temporada a equipe sofreu 18 gols em 22 jogos da liga nacional francesa, ao passo que na presente temporada a equipe teve a defesa vazada em apenas 13 oportunidades. É preciso lembrar que o PSG lidera a Ligue 1 18/19 com dois jogos a menos que a maioria dos adversários, em 24 rodadas.

PSG: possível formação com Daniel Alves

PSG: possível formação com Daniel Alves (clique para ampliar)

No que diz respeito a escalação, Meunier vem sendo utilizado por Tuchel como ala à direita na linha de meio-campistas. O brasileiro Daniel Alves é peça mais do que suficiente para reposição. À frente sem Cavani a equipe perde referência na área adversária pois o uruguaio soma força física e capacidade de definição.

Tuchel pode utilizar Kylian M’bappé à frente com Daniel Alves na meia-direita. Ou ainda pode utilizar o experiente camaronês Choupo-Moting na área, com M’bappé intacto pelo flanco direito. Contratado sem muito alarde no último verão, Eric Choupo-Moting veio a baixo custo do inglês Stoke City, que por sua vez caiu para a segunda divisão na Inglaterra.

PSG: possível formação sem Daniel Alves

PSG: possível formação sem Daniel Alves (clique para ampliar)

Nascido na Alemanha, Choupo-Moting (29 anos) joga pela seleção de Camarões. Pode atuar fixo na área ou pelos lados. O jogador não é titular, mas contabiliza 19 aparições nesta temporada pelo PSG (1 gol).

O jornal francês L’Équipe encerrou a segunda-feira afirmando que Tuchel deve utilizar um 4-2-3-1. Ou se terá uma formação com Daniel Alves ou sem Daniel Alves. Em ambos os casos, Tuchel tem de onde tirar.

Do outro lado

Há evidente favoritismo pendendo para o lado do Manchester United. Antes de mais nada a agremiação é tricampeã da UCL. Para os fãs do futebol francês, ainda há presenças de Paul Pogba e Anthony Martial, que protagonizaram vitória red devil sobre o Fulham, na rodada do último fim de semana da Premier League. Foram os autores dos três gols da vitória por 3×1.

Por atuar em casa é possível que Solskjaer opte por postura ofensiva, com Ashley Young como “falso” lateral a direita, possibilitando verticalização do 4-2-3-1 para 3-4-3. No citado confronto contra o Fulham, Ashley foi poupado. Martial vem em fase excelente (11 gols na temporada), mas talvez perca titularidade para Alexis Sanchéz.

Nosso palpite para o alinhamento inicial do Man. United (clique para ampliar)

Nosso palpite para o alinhamento inicial do Man. United (clique para ampliar)

Nosso palpite aqui é o de que Solskjaer dê titularidade aos atletas mais veteranos num jogo decisivo (Ashley, Alexis e Juan Mata), além de utilizar um dos defensores mais jovens no miolo de zaga (Bailly ou Lindelöf, o segundo tem mais partidas na temporada), uma vez que M’bappé é um adversário veloz. Rashford tem mais chances de titularidade que Martial.

United x PSG configuram sim um “jogo de semifinal antecipado”. No Brasil a Esporte Interativo transmitirá o confronto via TNT (tv fechada) às 18 horas (horário de Brasília).

Dados: Transfermarkt

Imagem de M’bappé e Daniel Alves: AFP

Sortie de but

– O outro francês na UCL, o Lyon, terá a sua frente nada mais nada menos que o Barcelona. Mas como afirmamos o confronto se dará apenas na próxima terça-feira.

– Pela rodada 24 da Ligue 1 o PSG venceu o Bordeaux por 1×0 no último sábado. Meunier deixou o campo após sofrer pancada na cabeça e Cavani sofreu lesão muscular numa das coxas. Parisienses lideram a tabela com dez pontos de vantagem para o vice-líder Lille (39 pontos).

– O Olympique Marselha engatou duas vitórias consecutivas na Ligue 1, ao bater o Dijon. O italiano Balotelli anotou um dos gols e já contabiliza dois tentos com a nova camisa. OM subiu para a sexta colocação mas se vê numericamente empatado com Montpellier (4º colocado), St. Étienne (5º colocado) e Nice (7º colocado). Todos com 37 pontos.

– O Monaco por sua vez fez partida disputada com o Montpellier, empatando em 2×2 nos domínios do adversário. A vitória monagesca não veio por pouco, pois o Montpellier obteve o empate nos acréscimos. Os gols monagescos foram anotados pelo destaque Gelson Martins e pelo artilheiro Falcao García.

– Monaco segue na 18ª colocação e pela quarta vez na temporada conseguiu emplacar duas rodadas de Ligue 1 sem derrotas. Duas rodadas consecutivas com vitória e empate aconteceu apenas nas rodadas 1 e 2 desta temporada.