Just Push Play: Primus “The Seven”

primus.0917_1443SC2-550x400

Recentemente o californiano Primus liberou o áudio de “The Seven”, faixa que integrará “The Desnaturating Seven”, novo álbum de estúdio que será lançado em 29 de setembro via ATO Records, no mercado internacional. O trio prossegue em sua formação original, sendo que o baterista Tim Alexander retornou em 2013.

O Primus pertence a cena do rock americano da primeira metade dos anos 1990. A sonoridade da banda se enquadra dentro do que ficou rotulado como “funk metal”, com o Primus se colocando ao lado de nomes como Red Hot Chili Peppers ou Infectious Grooves. O som fundia hard rock com ritmos “suingados”, onde o som do contrabaixo direcionava a dinâmica musical.

Ouça The Seven

Seu projeto artístico em geral não destoava daquilo que Faith No More ou Living Colour, bandas surgidas na mesma época, também estavam propondo. O Primus em específico unia figuras peculiares da cena de San Francisco (Califórnia/EUA), conhecida mundialmente por revelar quase todos os nomes do thrash metal clássico dos anos 1980.

O baixista Les Claypool já era um prodígio em seu instrumento naquela região, tendo chegado a ter realizado teste com o Metallica, para substituir Cliff Burton, morto em 1986. O guitarrista Larry LaLonde é membro fundador do Possessed, nome incontestável do death metal.

Curiosamente LaLonde foi aluno de Joe Satriani, cuja reputação pouco tem a ver com o metal extremo. Satriani também teve Kirk Hammett (Metallica) como aluno, por sua vez, amigo de infância de Les Claypool. A origem do Primus se dá após Claypool e LaLonde se unirem no line up da banda Blind Illusion, que por sua vez tentou em vão se encaixar no seguimento do progressive metal, de bandas americanas da época como Queensrÿche e Fates Warning.

primus-the-desaturating-seven-album-artwork

O álbum “The Sane Asylum” foi lançado em 1988, pouco depois de LaLonde deixar o Possessed que se separou em 1987. O registro teve Kirk Hammett enquanto produtor executivo informal não creditado no registro. A fundação do Primus se deu paralelamente as atividades de Claypool/LaLonde com o Blind Illusion, numa proposta irreverente, bem menos sisuda do que a evocada pelo metal convencional.

Tendo oportunidade oferecida por grandes gravadoras, o Primus sempre tomou o caminho mais difícil, buscando satisfação artística e gravando álbuns que iam na contra mão do que ouvia. Os primeiros registros tais quais “Sailing The Seas of Cheese” (1991) e “Pork Soda” (1993) eram comparados ao trabalho de Frank Zappa, ainda que emplacassem hits como “My Name Is Mud”.

Num comparativo de mercado musical, o Primus preferiu não tomar o rumo comercial encontrado com êxito pelo Red Hot Chili Peppers.

Imagem de Les Claypool: divulgação