Após o início de ano com jogos ininterruptos da Premier League, FA Cup e Capital One Cup (copa da liga), o Manchester United se vê em uma semana plena, sem partidas. Entretanto a janela de transferências de inverno se vê aberta e o clube já negociou atletas.

Ainda na semana passada o volante francês Morgan Schneiderlin foi adquirido pelo inglês Everton, por 20 milhões de libras mais 4 milhões em cláusulas variáveis. O meio-campista de 27 anos via-se sem espaço no planejamento do técnico José Mourinho. Contabilizou apenas oito aparições nesta temporada.

Schneiderlin chegou ao United em 2015 por 25 milhões de libras, pagas pelo clube de Manchester ao Southampton, onde trabalhou com o treinador holandês Ronald Koeman. O próprio Koeman agora no Everton, solicitou Schneiderlin que convivia com dura concorrência em seu setor em Old Trafford.

Mourinho tem como titulares na cabeça de área Michael Carrick e Ander Herrera, com Marouane Fellaini e Paul Pogba passíveis de serem utilizados. Schneiderlin já foi relacionado por Koeman, na partida em que o Everton goleou o Manchester City, na rodada do último fim de semana da Premier League.

Memphis Depay

Nesta quarta-feira o The Guardian informou que o United aceitou a oferta de 17 milhões de euros acenados pelo francês Lyon, pelo atacante holandês Memphis Depay. O acordo pode chegar a 25 milhões de euros, também em cláusulas variáveis. Porém a imprensa inglesa assinala prejuízo, uma vez que o atleta custou 34 milhões de euros, pagos ao PSV Eindhoven (Holanda), na metade de 2015.

Depay, então com apenas 20 anos, chegou a pedido do ex-treinador do United Louis Van Gaal, que por sua vez lançou-o na seleção da Holanda. Depay foi destaque da equipe laranja no ciclo que incluiu a disputa do Mundial 2014, última gestão de Van Gaal junto à sua seleção.

A direção red devil pretende economizar o valor dispendido para manter o salário de Depay, fixado em 75 mil libras por semana. Seu vínculo estava previsto para expirar apenas em 2019. Na atual temporada o atacante holandês computou apenas sete aparições.

José Mourinho já havia expressado estar em débito de oportunidades não dadas a Depay e a Ashley Young. Isso uma vez que há muitos atletas a disposição para o setor de ataque pelos lados do campo. Os números gerais de Depay com a camisa do United são bons, totalizando 52 jogos e 7 gols em uma temporada e meia.

Segundo Jamie Jackson do Guardian, o Liverpool observava a negociação de longe e mantinha algum interesse no jogador.

Griezmann?

A imprensa mundial repercute o interesse do United no francês Antoine Griezmann, destaque do espanhol Atlético de Madrid e finalista da premiação FIFA de melhores de 2016. Segundo o Independent a situação já estaria apalavrada entre Griezmann e a direção red devil. Até o número da camisa a ser usada já teria sido definida.

A concretização do negócio porém se daria apenas ao fim da atual temporada, no próximo verão europeu. A cláusula de rescisão entre o francês e o Atlético estaria fixada em 100 milhões de euros. O valor em libras inglesas pode se tornar absurdo (cerca de 4 bilhões), devido ao processo decorrente do Brexit, que visa a separação do Reino Unido da União Europeia.

Para além dos nomes badalados o United também cedeu por empréstimo Sam Johnstone (goleiro) para o Aston Villa e Joe Riley (zagueiro), para o Sheffield United.

Imagem de Depay: Paul Greenwood