Olympique de Marselha sob nova direção

O francês Oympique Marseille se prepara para visitar o Paris Saint-Germain neste domingo, em confronto chamado pelos franceses de “le classique”. O derby francês valerá pela décima rodada da Ligue 1, podendo representar novos rumos para a equipe marselhesa.

Recentemente o Olympique foi adquirido pelo magnata norte-americano Frank McCourt, que se tornou acionista máximo do clube ao adquirir a agremiação por 45 milhões de Euros, pagos à família Louise Dreyfus. Informações segundo o periódico espanhol El País. A agremiação estava a venda desde o último mês de abril.

McCourt (63 anos) é oriundo de Boston (EUA) e se formou em Georgetown. Dentre seus investimentos elenca-se a gestão do time do Los Angeles Dodgers, importante equipe da Major League Baseball norte-americana que abriga seus jogos no Dodger Stadium. O magnata geriu o time de beisebol entre 2004 e 2012.

Segundo o El País, Frank McCourt atualmente é o organizador da Maratona de Los Angeles, importante competição do atletismo mundial. O periódico informa que McCourt estaria disposto a investir mais 200 milhões de Euros no Olympique, visando a recuperação da hegemonia dentro do futebol francês.

Mais além, a equipe de Marselha é o único time francês a ter vencido da Champions League, em sua edição 1992/1993.

Dança dos técnicos

Na semana que se encerrou o clube ainda acertou a contratação do treinador francês Rudi Garcia, que se via desempregado desde que foi demitido pela italiana Roma, no último mês de janeiro. O vínculo oferecido e aceito pelo técnico francês com descendência espanhola, expira em 2019.

Rudi Garcia (Foto: Reuters)
Rudi Garcia (Foto: Reuters)

Rudi Garcia conduziu o Lille a um título inesperado da Ligue 1, na temporada 2010/2011, comandando uma equipe que contava com o meia belga Eden Hazard (atualmente no inglês Chelsea). Segundo o periódico espanhol The Guardian, Rudi Garcia já estará à frente do time neste domingo.

O novo treinador substituí o técnico Frank Passi, que assumiu o time no último mês de abril, sendo demitido agora em outubro. A France Football frisa a situação do time marselhês, que não consegue dar prosseguimento ao trabalho de um treinador desde 2013, quando Didier Deschamps saiu do clube para assumir a seleção da França.

De lá para cá foram seis trocas, com duas passagens de Frank Passi e uma passagem de melhor expressão do argentino Marcelo Bielsa. “El loco” Bielsa assumiu o time em 2014, tornou-se ídolo da torcida, mas demitiu-se no início da temporada 2015/2016.

Nos últimos anos o time conseguiu se equilibrar financeiramente, graças a negociação de atletas franceses hoje valorizados como André-Pierre Gignac (Tigres/México) e Dimitri Payet (West Ham/Inglaterra). Bem como o belga Michy Batshuayi, adquirido pelo Chelsea no último verão europeu por 33 milhões de Euros.

O El País ainda informou que Frank McCourt negocia com o antigo ídolo e ex-goleiro espanhol Andoni Zubizarreta, ex-diretor esportivo do Barcelona demitido pelo presidente Josep Maria Bartomeu, no início de 2015.

Zubizarreta vinha atuando como comentarista esportivo e McCourt o quer para a função de diretor esportivo do Olympique. Segundo o jornal espanhol uma definição deverá acontecer nesta próxima semana.

O Olympique Marseille tem como liderança do seu elenco o veterano volante Lassana Diarra ex-Chelsea, Arsenal e Real Madrid. Ainda conta com o lateral Abou Diaby (ex-Arsenal) e o zagueiro brasileiro Dória (ex-Botafogo, São Paulo). A equipe ocupa um modestíssimo décimo segundo lugar na tabela da Ligue 1.

O Sportv exibe no Brasil o confronto entre Paris Saint-Germain e Olympique Marseille neste domingo às 17 hr (horário de Brasília)

Alexandre Kazuo é blogueiro de futebol há mais de 10 anos. Ex-colaborador do Trivela (2006-2010) e ex-blogueiro do ESPN FC Brasil (Lyon). É mestre em filosofia contemporânea e também procura por cultura pop, punk/rock/metal.
Twitter – @Immortal_Kazuo