Nesta segunda-feira, Itália e Islândia foram as duas últimas seleções classificadas para as quartas de final da EURO 2016, que está sendo realizada na França. Italianos e islandeses se juntaram à Polônia, País de Gales, Portugal, França, Alemanha e Bélgica.

Os jogos de oitavas de final começaram a acontecer no último sábado 25/07. Após empatarem em 1×1, Suíça e Polônia protagonizaram a única decisão por pênaltis ocorrida nesta fase. Os poloneses venceram por 5×4 mas o destaque foi o gol suíço, anotado em tempo de bola rolando, num voleio de Xherdan Shaqiri.

O voleio de Shaqiri contra a Polônia. (Getty)

O voleio de Shaqiri contra a Polônia. (Getty)

Em partida de nível técnico não muito alto, o time do País de Gales se classificou ao vencer pelo placar mínimo com um gol contra da Irlanda do Norte. O cruzamento no entanto, saiu de um dos pés do onipresente Gareth Bale, craque e líder da seleção galesa.

Ainda no sábado, Croácia e Portugal empataram sem gols durante o tempo normal, num confronto onde o receio das consequências de um desgaste físico prematuro, se fez presente. Os lusitanos obtiveram a vaga na prorrogação, com um gol solitário de Ricardo Quaresma, anotado na sequência de uma finalização de Cristiano Ronaldo.

No domingo os anfitriões franceses suaram para virar o jogo diante da Irlanda, que saiu na frente com apenas 3 minutos de partida, graças a um pênalti cometido pelo meia bleu, Paul Pogba. Conduzidos por Antoine Griezmann, autor dos gols de empate e da vitória, a França venceu por 2×1 e obteve a sua vaga.

A Alemanha por sua vez foi “a Alemanha” vencendo facilmente a Eslováquia por 3×0. O defensor Jerome Boateng, o atacante Mario Gómez e o meia Julian Draxler foram os autores dos tentos. Já a esforçada Hungria foi vítima fácil da Bélgica, que justificou a badalação em torno dos seus craques. Os belgas venceram por 4×0.

Já na segunda-feira, Itália e Espanha fizeram um confronto aguardado, o qual justificou em campo toda a expectativa. Em partida eletrizante, a azzurra bateu a atual campeã por 2×0, com gols de Giorgio Chiellini e Graziano Pellé. A eliminação espanhola deve marcar a despedida do veterano e vitorioso treinador Vicente Del Bosque, de seu comando técnico.

Por fim a Inglaterra perdeu de virada para a zebra Islândia, que vem desenvolvendo um papel digno de coadjuvante da atual edição da EURO. O English Team saiu na frente com menos de 4 min de partida, em gol de pênalti anotado por Wayne Rooney. Os islandeses empataram e viraram ainda na primeira etapa, com gols de Sigurdsson e Sigthórsson.

Veja os confrontos das quartas de final:

Quinta-feira 30/06: Polônia x Portugal, 16 hr.
Sexta-feira 01/07: País de Gales x Bélgica, 16 hr.
Sábado 02/07: Alemanha x Itália, 16 hr.
Domingo 03/07: França x Islândia, 16 hr.

O confronto entre Polônia e Portugal deve apresentar uma boa disputa, isso se as equipes não tiverem sido drasticamente afetadas pelo desgaste físico, visto que ambas disputaram prorrogações nas oitavas de final. É a Polônia do artilheiro Robert Lewandowski contra Portugal de Cristiano Ronaldo.

Os galeses terão um desafio duro diante da talentosa seleção da Bélgica, em confronto que deve opor duas formas antagônicas de jogar. A seleção de País de Gales detém um jogo coletivo e defensivo, atuando em função de seu craque, Gareth Bale. Os belgas apresentam maiores opções de jogo ofensivo, que pode ser protagonizado por Hazard, De Bruyne, Carrasco e cia.

Alemanha e Itália farão o clássico continental retumbante desta fase, lembrando que os italianos eliminaram os alemães nas semi-finais da última edição da EURO, a quatro anos atrás. Por fim, a França detém favoritismo amplo diante da Islândia.

No Brasil os jogos da EURO estarão sendo transmitidos por Band e Sportv, com possibilidade da Globo também exibir alguns confrontos.