Nas últimas terça e quarta-feiras tivemos os jogos válidos pela quinta rodada da fase de grupos da Champions League. Muitas equipes já estão classificadas para as oitavas de final do torneio. Na terça jogaram os times dos grupos E, F, G e H. Na quarta-feira, jogaram as equipes dos grupos A, B, C e D.

Na terça-feira a goleada imposta pelo Barcelona sobre a Roma pelo grupo E, roubou todas as atenções. Os culés venceram por 6×1, no retorno efetivo do trio Neymar, Messi e Suárez, uma vez que o atacante argentino se viu lesionado nos últimos meses. Messi e Suárez anotaram dois gols cada.

A equipe catalã chegou a 13 pontos e se classificou. Na outra partida da chave, o BATE Borisov recebeu o Bayer Leverkusen na Belarus, em partida que ficou empatada em 1×1. A briga pela segunda vaga do grupo, está em aberto e pende para o lado da Roma. Os italianos podem avançar caso vençam o BATE, na última rodada.

Pelo grupo F, o FC Bayern recebeu o então líder Olympiakos em Munique (Alemanha), e mostrou quem manda na chave. Os bávaros impuseram 4×0 e se estabeleceram no primeiro posto (12 pontos), já garantindo a vaga nas oitavas. O Arsenal goleou o Dinamo Zagreb por 3×0 em Londres. Os gunners irão à última rodada disputando a segunda vaga com o Olympiakos, ao passo que o Zagreb já está eliminado.

No grupo G o FC Porto foi surpreendido em Portugal e acabou derrotado por 2×0, pelo Dynamo Kiev. A equipe portista segue em primeiro com 10 pontos, mas foi alcançada pelo inglês Chelsea, que goleou o Maccabi Tel-Aviv em Israel, por 4×0. Os blues estão em segundo lugar, também com 10 pontos. Lusitanos e ingleses se classificam na última rodada, se empatarem o confronto direto.

No grupo H, o Zenit St. Petesburg venceu o Valencia por 2×0, na Rússia chegando a 15 pontos e ainda mantendo 100% de aproveitamento. O belga Gent impôs 2×1 no Lyon na França, e mantém viva a esperança pela segunda vaga disputada com o Valencia. O Lyon já está eliminado.

Na quarta-feira.

Pelo grupo A, um Real Madrid em crise mas já classificado, tentou se recuperar da derrota para o Barcelona, sofrida no fim de semana por La Liga espanhola. Os blancos se portaram bem contra o Shakhtar Donestk, chegando a abrir 4×0 e valendo-se de escalação em que o técnico Rafa Benítez, promoveu o retorno de titulares como Gareth Bale, Modrić e Carvajal.

O time ucraniano, apoiado pela torcida de Lviv e Kiev, impôs sufoco e conseguiu reduzir a diferença para 4×3, com gols de Alex Teixeira e Dentinho. O Shakhtar recebe seus adversários em Lviv, devido à guerra civil que ocorre em Donestk. O Real Madrid chegou a 13 pontos, ainda seguido pelo Paris Saint-Germain, que obteve 10 pontos e também já se garantiu nas oitavas.

Os parisienses foram a Malmö na Suécia enfrentar o time local, que revelou Zlatan Ibrahimović, ídolo do PSG. A equipe de Paris (França) impos 5×0 e utilizou uma camisa com os dizeres “Je Suis Paris”, homenageando as vítimas dos atentados de 13/11.

Pelo grupo B, Manchester United e PSV Eindhoven empataram em 0x0 no Old Trafford (Manchester/Inglaterra), ao passo que o Wolfsburg visitou o CSKA Moskow na Rússia e venceu por 2×0. Os lobos alemães foram a 9 pontos, tomando a liderança do United, agora com 8 pontos.

No grupo C o Atlético de Madrid impôs 2×0 no Galatasaray em Madrid (Espanha), com dois gols de Antoine Griezmann. Os colchoneros chegaram a 10 pontos, mesma pontuação do Benfica, que empatou em 2×2 com o Astana, no Cazaquistão. Galatasaray e Astana disputam o terceiro posto que dá vaga à Europa League, na última rodada.

Pelo grupo D, a italiana Juventus recebeu o Manchester City na Itália e venceu por 1×0, gol de Mandžukić. Os bianconeri chegaram a 11 pontos e assumiram a liderança do grupo. O City segue vice-líder com 9 pontos. Ambos já estão classificados. Na outra partida, o Borussia Mönchengladbach impôs 4×2 no Sevilla, por sua vez já eliminado.

A última rodada da fase de grupos da Champions League acontecerá nos dias 8 e 9 de dezembro.

Imagem de Messi, Suárez e Piqué, comemorando um dos gols contra a Roma: emilio Morenatti – AP