Esta data FIFA de jogos de seleções proporciona alguns confrontos decisivos referentes às Eliminatórias da EURO 2016, que será disputada na França. Na última quinta-feira, a seleção do País de Gales venceu por 1×0 a seleção do Chipre em Nicosia (Chipre). Os galeses estão a um passo da classificação para a EURO.

A equipe galesa é literalmente Gareth Bale mais dez jogadores, onde se incluem Joe Allen (meia/volante do Liverpool) e Aaron Ramsey (atacante do Arsenal). Na ocasião citada contra os cipriotas, Bale anotou o gol da vitória pelo placar mínimo, seu sexto tento em nove anotados pelos galeses e sete partidas. O grupo B em que a seleção galesa se vê ainda inclui Bélgica, Israel, a fraca seleção de Andorra, dentre outros.

Os galeses ostentam 17 pontos, lideram o grupo e uma vitória contra Israel neste domingo, garante a sua classificação. Os belgas são os vice-líderes sendo que os dois primeiros de cada grupo se classificam e os terceiros ganham direito a disputar uma repescagem.

De volta a uma grande competição.

Curiosamente a última competição relevante disputada pela seleção do País de Gales, foi o Mundial de 1958 realizado na Suécia, onde acabou num honroso quinto lugar. Os galeses chegaram a enfrentar o Brasil, que venceu a copa do mundo naquela ocasião, em partida onde Pelé com apenas 17 anos, anotou o gol da vitória. Pelé se tornou o atleta mais jovem a anotar um gol em copas do mundo e o Brasil venceu por 1×0.

Há cinco anos atrás, os galeses se viam no centésimo décimo segundo lugar do ranking da FIFA atrás de Nigéria, Gâmbia e Moçambique, conforme levantou o periódico espanhol El País. A seleção galêsa se vê neste momento no nonagésimo lugar do ranking. O atual treinador é Chris Coleman, que assumiu a equipe após o falecimento do ex-jogador Gary Speed.

Pertencente às ilhas britânicas, o esporte mais popular do País de Gales é o rugby. Porém, grandes nomes do futebol tradicional local fizeram história na Inglaterra, sendo que seus principais clubes Cardiff City e Swansea City, disputam o campeonato inglês. O Cardiff se vê na segunda divisão e o Swansea disputa a badalada Premier League inglesa.

Entre os ídolos importantes do futebol galês, podem ser citados o goleiro Southall, os defensores Rathcliffe e Van Den Hauwe (os três ex-Everton de Liverpool), além dos atacantes Mark Hughes e Ian Rush. Estes atletas integraram a equipe galêsa que quase se classificou para o Mundial de 1986.

Mais recentemente, destacaram-se o próprio Gary Speed como jogador e Craig Bellamy (com passagem pelo Liverpool). Além respeitado meia-atacante Ryan Giggs, bi-campeão da Champions League pelo Manchester United, clube onde atualmente é auxiliar técnico.

Bale +10.

Não é exagero afirmar que Gareth Bale possui atualmente, um status com o qual nenhum de seus antecessores na seleção conseguiu se equiparar. A equipe galesa se vale de Bale atuando centralizado como um meia armador, que chega à área adversária. A maneira como Chris Coleman o escala, mostra que Rafa Benitez não está proporcionando “invencionismos”, ao centralizá-lo na equipe do Real Madrid.

Bale originalmente era um lateral-esquerdo, adiantado como um externo esquerdo no inglês Tottenham Hotspur, no período em que os treinadores Harry Redknapp e André Villas Boas, estiveram no comando técnico do clube londrino. A adequação ao lado direito com êxito foi feita por Carlo Ancelotti, quando ambos chegaram no Real Madrid em 2013.

O El País ressaltou palavras de Coleman afirmando que Bale “é um dos melhores do mundo” e que tê-lo “…é uma grande vantagem, porém temos algo mais. Somos uma boa equipe, não o fruto de um único jogador”. O lema do grupo diz algo como “unidos e mais fortes”.

Segundo o El País, a equipe de futebol está ofuscando o Mundial de rugby, que está prestes a começar no País de Gales. A partida do domingo contra Israel, válida pelas Eliminatórias da EURO, ocorrerá nos domínios do Cardiff City (em Cardiff).

Cabalisticamente os galeses obtiveram a participação na copa de 1958 numa repescagem exatamente contra Israel, que deveria enfrentar um adversário asiático. Sem representantes da Ásia habilitados para o confronto, a FIFA deu a vaga da repescagem para os galeses que na ocasião, se qualificaram para o Mundial.

Esta nova partida entre País de Gales e Israel não será transmitida na televisão brasileira.

Imagem de Bale finalizando de cabeça o gol da vitória contra o Chipre: Stu Forster – Getty