Os Vingadores 2: onde foi mesmo que a história parou?

img-1026842-homem-de-ferro-e-capitao-america-os-vingadores-2-era-de-ultr

Os fãs de quadrinhos e fãs de filmes da Marvel mostram-se ansiosos pela estreia de “Os Vingadores 2 – A Era de Ultron”. A exibição do filme no Brasil foi adiantada para o dia 23 de abril, antes dos outros países incluindo os EUA. O novo filme é uma sequencia sim de “Os Vingadores” lançado em 2012, porém a nova trama não começa exatamente de onde o roteiro antecessor parou.

Com as produções cinematográficas consolidadas a Marvel pode fazer com o Marvel Studios aquilo que os fãs mais antigos de hq’s estão acostumados. Os supergrupos e os personagens da Marvel são vistos em títulos diversos no papel impresso. Há personagens que tem dois ou mais títulos dedicados a eles mesmos.

Se o personagem integra um supergrupo seus titulos solo muitas vezes estão interligados aos títulos dedicados ao supergrupo que ele também integra. Vale lembrar ainda que no Brasil a Panini Comics que detém a licença para publicar as hq’s da Marvel em nosso país, não publica todos os titulos que saem nos EUA. São editadas apenas as histórias principais mas ainda assim para acompanhar um personagem, o leitor por vezes tem que comprar dois ou três titulos diferentes todos os meses.

As sagas extensas e superpovoadas são o caso dos personagens que integram os Vingadores, cuja trama cinematográfica começou a ser alicerçada em “O Incrível Hulk” (2008), nos dois primeiros filmes do Homem de Ferro, no primeiro filme do Capitão América e no primeiro filme do Thor. Após o primeiro filme dos Vingadores em 2012, a história se estendeu pelo terceiro filme do Homem de Ferro, por “Thor 2 – O Mundo Sombrio” (2013) e por “Capitão América 2 – O Soldado Invernal” (2014).

O meio tempo entre o primeiro e o segundo filme dos Vingadores gerou o spin off na forma da série “Marvel’s Agents of Shield”, onde um grupo de agentes secretos da agência Shield é liderado pelo agente Couson (o ator Clark Gregg). A série surge minimamente interligada aos filmes com Coulson, o braço direito de Nick Fury (Samuel L. Jackson) morto no filme de 2012, restituído e vivo.

Nesta série televisiva, o personagem inclusive lida com o mistério de sua súbita ressurreição. Há uma equipe da SHIELD liderada por Coulson, mas personagens coadjuvantes e vilões secundários tanto dos quadrinhos quanto dos filmes, são inseridos na trama do seriado.

Após a constatação de que a Hidra infiltrou-se na Shield, como visto em “Capitão América 2”, o pano de fundo da série automaticamente passou a lidar com tal situação. Assim como o problema consequente de Nick Fury ter forjado a sua morte, neste citado filme. A série credita em seu staff o ex-editor da Marvel Comics Joe Quesada e o roteirista das hq’s Jeph Loeb. Joss Whedon, direitor dos filmes dos Vingadores, é o produtor executivo.

E para onde caminhará a história?

Embora muita coisa já tenha sido divulgada a respeito de Os Vingadores 2, o novo roteiro tenta se aproveitar da saga “A Era de Ultron” vista recentemente nas hq’s (incluindo-se no Brasil). Na mesma o andróide Ultron surge como vilão protagonista, sendo o ciborgue um inimigo clássico do supergrupo.

Ao menos para este que vos escreve, há a impressão de que os problemas de Thor em Asgard e a expansão da ogranização Hidra, vista no segundo filme do Capitão América e série “Agents of Shield”, estarão em segundo plano. Outra expectativa fica por conta da presença de uma “colherada” de personagens que serão inseridos na trama, a partir deste novo filme.

Além de Ultron que terá a voz do ator James Spader, comparecerão o androide Visão, o afro-descendente Pantera Negra e os gêmeos Wanda e Pietro Maximoff, alter egos da Feiticeira Escarlate e Mercúrio. Estes dois últimos causaram polêmicas maiores por terem tido suas origens nas hq’s deletadas e devidamente re-escritas.

Outrora filhos de Magneto, inimigo dos X-Men cujos direitos cinematográficos são detidos pela Fox, Wanda e Pietro oficialmente são agora integrantes dos Inumanos, uma espécie de semi-deuses que habitam a lua no universo Marvel.

No fim do ano passado, a Marvel divulgou o calendário de próximos lançamentos de filmes programados até 2019, incluindo-se o terceiro filme dos Vingadores que será dividido em duas partes. Muito provavelmente haverá integração entre personagens vistos em Os Vingadores e em Os Guardiões da Galáxia, uma vez que o vilão Thanos, visto no filme do segundo supergrupo, é também um inimigo do time do Capitão América.

Além disso, é preciso ressaltar que a poucos meses a Marvel anunciou um acordo com a Sony Pictures, o qual por sua vez designará uma co-gestão dos direitos cinematográficos do Homem Aranha. A exemplo dos X-Men, o Homem Aranha também teve seus direitos cinematográficos vendidos pela Marvel Entertainment a outro estúdio, antes da fundação do Marvel Studios no fim dos anos 2000. Os próximos filmes que envolverão o Homem Aranha, serão co-produzidos entre Sony e Marvel Studios.

Como diria o Capitão América nas antigas hq’s: “Avengers assemble”!

Imagem: divulgação