Aquecimento Vingadores 2: Maria Hill.

079976 (2)

Apresentamos aqui, aquele que possivelmente será o último post da série sobre os personagens obscuros, já vistos ou que serão vistos no novo filme da Marvel, “Os Vingadores 2 – A Era de Ultron”. A nova produção teve estreia adiantada no Brasil para o próximo dia 23/04 (quinta-feira), semanas antes da data em que a sequencia de Os Vingadores (2012), começará ser exibida em outros países.

Tal qual o agente Phil Coulson que já apresentamos, a agente Maria Hill (Colbie Smulders) surgiu nos filmes como subordinada do diretor da Shield, Nick Fury (Samuel L. Jackson). A partir do desfecho do primeiro filme dos Vingadores, o papel de Hill ganhou maior projeção, incluindo grande participação em “Capitão América 2 – O Soldado Invernal” (2014).

Ao contrário de Coulson, Hill já existia nas histórias em quadrinhos e já foi aproveitada na série televisiva “Marvel’s Agents of Shield”. A agente Maria Hill do papel impresso surgiu na saga “Guerra Civil”, vista nas hq’s em 2007. O novo filme dos Vingadores passa a impressão de que não trará menção às maiores consequências decorrentes do desmantelamento da Shield. Algo visto no citado segundo filme do Capitão América.

Na trama deste filme de 2014, Nick Fury forjou a própria morte após constatar que a organização Hidra conseguiu se infiltrar na agencia de segurança e espionagem que até então dirigia. A própria presença de Fury em “Os Vingadores 2” será restrita, segundo confirmou o diretor da produção, Joss Whedon.

DSCF3261 (2)

A agente Maria Hill nas hq’s, no traço de Matteo Scalera. (reprodução)

Ao que parece, os roteiros que prosseguem o que foi visto em “Capitão América 2”, são os da série televisiva “Marvel’s Agents of Shield”, onde a personagem de Maria Hill já comparece com grande relevância. O plano da Marvel Studios é de trazer para o roteiro de “Capitão América 3” a trama da citada hq “Guerra Civil”, onde os heróis são obrigados a revelar e registrar suas identidades secretas. A previsão de estreia se dá para 2016.

Nas hq’s recentes a agente Hill teve importância ampliada. Em histórias publicadas recentemente no Brasil, Hill já foi vista por exemplo, supervisionando as tramas do Hulk. A publicação “Universo Marvel” (Panini Comics) trouxe a alguns meses atrás um arco de histórias onde Bruce Banner ofereceu seus serviços à Shield, em troca de tecnologia e suporte para lidar com próprio problema de se transformar em Hulk.

Quem gerencia a questão nesta trama intitulada “Furia Cega” é Maria Hill. Banner no entanto, trouxe a tira-colo seu advogado para cuidar de qualquer ingerência que Shield possa causar à sua “pessoa física”. O representante legal de Banner é ninguém menos que Matt Murdock, o Demolidor. O homem sem medo surge como coadjuvante, neste arco de histórias que culminou na perseguição de Hulk por um terrorista intertemporal.

Vale lembrar que a nova série televisiva do Demolidor, também produzida pela Marvel Studios, foi lançada no Netflix a pouco mais de uma semana.

Imagens: reprodução