O melhor

Depois de semanas escutando que Iniesta seria o vencedor da Bola de Ouro da Fifa (o que seria uma injustiça até com Xavi), a vitória de Messi vem como uma boa nova. Messi é o melhor jogador do mundo e um dos maiores de todos os tempos. Sua precocidade faz pensar que ele possa entrar num seleto grupo de Pelé, Maradona e Cruyff, caso não se deixe seduzir por bares, noitadas e desleixo, como ocorreu com Ronaldinho Gaúcho ou pelo ego, como ocorreu com Cristiano Ronaldo. Sua premiação é justa na escolha de quem é de fato o melhor jogador do mundo, mas injusta na avaliação da temporada passada, na qual Wesley Sneijder só não atingiu a perfeição porque perdeu uma final duríssima para uma SuperEspanha. O holandês é um craque e o melhor jogador da Itália na última temporada. Carregou a Inter para sua tríplice coroa. Contudo, mesmo em seu melhor momento, é um excelente, magistral jogador – como Kaká – mas ainda a uma distância notável de Messi.

Me lembro consideravelmente de Diego Maradona, tendo acompanhado boa parte de sua carreira (sem piadinhas aqui…). Por isso, creio que Messi será o maior jogador argentino de todos os tempos ao fim de sua jornada esportiva caso consiga vencer uma Copa do Mundo como fez Maradona. Tecnicamente, Messi não é inferior a Maradona, mas consegue produzir muitíssimo mais porque compreende melhor o futebol como jogo. Basta ver o que os dois conquistaram. Arrigo Sacchi dizia que Maradona era o jogador mais talentoso que ele já tinha visto jogar, mas que suas conquistas (dois títulos nacionais, uma copa europeia e uma Copa do Mundo) não refletiam seu talento. Messi, aos 23 anos, já conquistou um punhado de campeonatos, duas Ligas dos Campeões e não dá mostras de estar se acomodando.Tem um brilho no olhar de quem está ainda sedento e uma determinação impressionantes para quem conquistou tanto. Imaginar que ele possa levantar mais uma dezena ou duas de títulos importantes mais uma Copa do Mundo em sua carreira é mais do que plausível. Como disse Arsene Wenger, depois de ser triturado pelo Barça na LC passada, torçamos para que ele não se machuque porque seu futebol alegra até os rivais.

Não há um jogador que possa oferecer resistência a ele no cenário internacional. Neymar, tecnicamente um prodígio, já é mais marrento do que Messi com o fantástico palmarés de um Paulista e uma Copa do Brasil; Ganso já sofreu duas lesões sérias no início de sua carreira (embora seja potencialmente o jogador mais promissor de que eu me lembre); Kaká é um craque esforçadíssimo, mas além de sua atribulada situação física, não tem o talento de Messi (uma comparação plausível seria a de Matthaus com Maradona) e Cristiano Ronaldo é egocêntrico demais para superar a determinação de Messi. Estamos vendo uma lenda em campo. Aproveitemos o quanto pudermos, porque o pequeno argentino não tem nenhum limite aparente em sua trajetória.

Anteriores

Voltando da pausa

Próximo

Sucesso de Neymar, preocupação do Santos

22 Comments

  1. Boni dos Santos

    Já vi que é birra por causa da arrogância e falta de educação do Maradona.

  2. Cassiano Gobbet

    Bem, eu discordo. Eu acho que o Messi joga tanto – e pode fazer muito mais do que Maradona – justamente porque vê o futebol como um jogo. O Maradona via como diversão pura dele, se achava acima dos outros. Mas, claro, é uma questão de opinião, não de fatos. Os fatos serão coletados depois do término da carreira de Messi. Uma coisa é fato: com a idade de Messi, Maradona não tinha feito metade do que já fez o barcelonista em termos de conquistas. Com 23 anos, ele era Campeão Mundial Sub-20 e Campeão Argentino. Messi já é bicampeão europeu, tetracampeão espanhol, campeão mundial de clubes, Campeão Mundial sub-20 e Medalhista Olímpico. O Barcelona atual é super também por causa dele. Se Maradona só conseguiu se exprimir ao máximo em times medianos (vide Argentina 86 e Napoli), isso tb há de significar algo. abs

  3. Rafael Borges

    Como Boni falou, jogar no super Barcelona em La Liga é muito diferente de jogar no Napoli contra o norte da Itália.

    A Argentina de 2010 é um símbolo do que eu tentei dizer. Como treinador, Maradona cometeu muitos erros e um dos mais graves foi pensar que Messi poderia comandar o meio campo criativo da Argentina sozinho devido a ausência de Verón. É verdade que as equipes em que Maradona jogou, atuavam voltadas para ele. Mas Messi também teve a oportunidade de mostrar que também poderia comandar um time sozinho e fracassou. Ele se sentiu desconfortável com a obrigação de vir buscar o jogo (no meio do deserto que era o miolo do meio campo da seleção Argentina), mas o fato é que ele ainda não está acostumado a essa função. Ele tem o DNA de um atacante, Maradona o de um camisa 10. É nisso que eu acho que eles diferem mais.

  4. Cassiano Gobbet

    Usarão o “mas” como ocorre com o Zico que, para mim, jogou tanto quanto Maradona. “Mas” não foi campeão mundial… abs

  5. Cassiano Gobbet

    Não há comparação entre os dois possível, claro, mas meu palpite é que Messi pode virar “Messias”. Só que, é verdade, Ronaldinho também podia. abs

  6. Cassiano Gobbet

    Rafael, não sei que idade vc tem, mas não concordo com sua leitura do Maradona. Não é que ele participava mais do jogo: o time jogava em função dele e só dele e por isso ele recebia muito mais bolas do que qualquer outro. Ele não marcava, era indisciplinado taticamente e se fazia com a quantidade industrial de mágica que tinha. Messi me lembra muito Maradona – até no tamanho, mas me lembra o que se dizia de Pelé como jogador: um cara sempre disposto a aprender. O Tostão conta que numa partida da Copa de 70, Pelé já era o maior jogador de todos os tempos e ainda ficava pedindo conselhos a ele (Tostão). Essa postura é a que eleva o craque à lenda. Messi me parece ter isso, mas só confirmaremos ou não se ele será o maior argentino de todos os tempos só quando ele pendurar as chuteiras. abração

  7. Cassiano Gobbet

    Não sei, José. O Messi me parece meio uma maquininha de jogar bola. Se ele não se quebrou com aquela entrada do Ujfalusi contra o Atletico, é lícito imaginar que como outras lendas, tenha tb uma compleição física extraterrestre (como tinham Pelé ou Maldini, que se machucavam muito menos do que deveriam). O futebol espanhol é mais simples de brilhar (mesmo hoje), mas o futebol desse Barça é lendário. Aproveite porque é história acontecendo. abs

  8. Cassiano Gobbet

    O Pato precisa terminar o processo de “Crescimento” que é a raiz de seguidas lesões) e passar a ter menos fascínio com a fama. Se fizer isso, será o melhor atacante do mundo em duas temporadas. Abs.

  9. Cassiano Gobbet

    O que separa o craque da lenda são as temporadas depois que ele chega ao posto de melhor do mundo. Nos últimos 15 anos, creio que só Zidane se manteve sempre no mesmo patamar. Ronaldo teve altos e baixos, assim como seu xará Cristiano e Kaká. Messi dá sinais de que pode manter a toada. Se o fizer, vira lenda. Sobre Maradona, é o que eu comentei há pouco. Concordo com Sacchi sobre Maradona: dois scudetti e uma copa do mundo foram pouquíssimo para seu talento. Mas era o tipo de talento que impedia uma inserção num grande time cheio de outros craques. abraços

  10. Cassiano Gobbet

    Ronaldinho poderia ter sido um dos cinco maiores jogadores da história, mas se perdeu numa vida desregrada. Hj é um fantasma do que já foi, mas ainda tem futebol para ser um dos maiores do Brasileiro (se não exagerar na balada). abs

  11. Cassiano Gobbet

    Boni, respeito sua opinião, mas discordo. Há grandíssimos jogadores que têm um talento que os limita, de certa maneira, porque obrigam a fazer o time se sacrificar por eles e não o contrário (além do Maradona, citaria Totti, por exemplo). O craque que transcende é aquele capaz de se encaixar num time. Se Maradona tivesse a disposição de doação de Messi, teria sido igual a Pelé. Mas não foi. Por isso creio sim que Messi pode chegar em alturas inefáveis. abs

  12. Raphael

    O que me faz crer que o Messi pode vir a ser um grandíssimo jogador, é o seu temperamento. É um cara que não costuma aparecer nos holofotes, não se tem notícias dele em noitadas e etc., até mesmo os relacionamentos dele, se sabe pouco ou quase nada, é um rapaz muito discreto, e que se mostra extremamente determinado no campo.

    Se vier a conquistar um Mundial, entra na galeria dos grandes do futebol sem dúvida alguma. E caso não conquiste um, sempre quando falarem dele, vão colocar aquele “mas” no discurso.

  13. Gilson

    É um debate realmente desafiador esse que foi proposto no post. Tecnicamente, creio que Messi é superior mesmo ao melhor Maradona. Não tenho a menor sobra de dúvida que Dieguito seria completamente incapaz de decidir uma CL – ou qualquer outro torneio, importante ou não – com um gol de cabeça, como Messi fez em 2009.

    No entanto, comparar os dois é uma coisa que considero bem complicada, para dizer o mínimo. Se Messi tivesse conquistado dois títulos da liga espanhola e uma Europa League jogando no Villarreal, ou time de estatura equivalente na Espanha, aí levaria mais a sério esse debate.

    Enquanto isso não ocorre, Maradona continua a ser Deus, tendo Van Basten, Baresi e ZZ como apóstolos mais talentosos de sua igreja.

  14. Rafael Borges

    Focando apenas em Maradona x Messi:

    Bom, eu acho Messi um jogador extraordinário, mas supervalorizado porque joga num super time. (Xavi é um monstro, ele devia ter sido eleito o melhor do mundo na minha opnião). Acho que Messi não é e nunca vai ser melhor que Maradona. Não digo pelo aspecto técnico nem físico, mas sim pela mentalidade e inteligência de Maradona, um verdadeiro fora de série.

    Eu vejo Messi exatamente como Ronaldinho, ainda que um seja um surpreendente goleador e o outro um maestro, ambos são gênios, porém limitados a uma faixa do campo.

    Maradona, não. Maradona participava bem mais do jogo… Era como se Riquelme e Messi fossem um jogador.

    Eu sei que Maradona só se transformou no que é com 26-30 anos, mas como já foi dito aqui eu acho que quando Messi chegar nessa faixa etária ele já estará descendo a ladeira.

  15. josé claudio

    Apesar do talento extraordinário que o argentino tem não acredito que ele permanecerá muito tempo em alto nível, pois não se deve esquecer que o Messi com apenas 23 anos já sofreu 3 contusões graves (em 2006,2007 e 2008) e o tratamento que ele fez para crescer desde os 14 anos com certeza irá cobrar o seu preço quando ele tiver 28, 30 anos como aconteceu com o ROnaldo fenomeno e quando as contusões voltarem com 30 anos será uma atrás da outra como com o fenomeno.
    Em relação a comparação com o Maradona não acredito que seja possivel uma vez que o Pibe triunfou em um time pequeno em um campeonato duríssimo e em uma época que o calcio era disparado o melhor campeonato do mundo.

  16. Ah, faltou um comentário:
    Sobre não existir ninguém no mesmo nível de Messi, concordo. Só que, feliz ou infelizmente, futebol é cíclico e a tendência agora é que após esse ápice físico e técnico, ele tenha uma queda. Vai continuar sendo um gênio, mas não creio que consiga reproduzir tantos milagres por muitos anos.
    E, quando esse momento chegar, será a hora dessa nova geração mostrar do que é capaz. Pato não foi citado no texto, mas, para mim, ele é o brasileiro com mais chances de chegar ao topo.

  17. Esse tema chega a ser saboroso para quem gosta de futebol. É um debate cativante.
    Particularmente, acredito que Messi pode superar Maradona, mas ainda está abaixo de Romário e Ronaldo por serem mais velhos e por terem brilhado em seleção também.
    Tenho para mim que o máximo que vi um jogador atingir foram as temporadas 96/97 e 97/98 de Ronaldo. Ali, o Fenômeno foi um verdadeiro Pelé. No entanto, Messi está me obrigando a mudar de opinião. O que ele fez de 2008 para cá é difícil de descrever.
    No entanto, concordo com Boni sobre a questão Maradona. Conduzir o Napoli a dois Scudetti é mais do que conduzir um Barça a uma UCL e duas ligas. Além disso, falta brilhar mais pela seleção argentina, uma vez que atuar na máquina azeitada do Barça é diferente de brilhar num amontoado de bons e regulares jogadores.

    Abraços e seja bem vindo de volta!

  18. Edivan

    Acho que Ronaldinho e Ronaldo (se não tivesse se machucado) se tivessem essa dedicação poderiam ser maiores que Messi, mas baladas e falta de vontade derrubaram os nossos craques, e o Neymar para mim é outro a tomar o mesmo rumo. Abraços.

  19. Rafael Borges

    Só eu acho que Ronaldinho, Ronaldo e Romário no auge foram melhores que Messi?

  20. Boni dos Santos

    Cassiano Gobbet

    Maradona triunfou em circunstâncias adversas e Messi joga no melhor time dos últimos 20 anos! Você que é um “Calcio expert” sabe melhor do que ninguém que para um clube do sul derrubar os do norte é necessário derrotar elencos melhores, arbitragens tendenciosas, interesses politicos, mercadológicos e cartolas mafiosos com mais influencia que os do sul..
    Maradona fez isso em Napoli (2 vezes!), foi épico!!! (sem romantismo, mas foi heróico!)
    sua relação com a cidade foi a mais passional entre um jogador de futebol e uma região. Alem disso, Maradona desequilibrou todos os jogos na Copa de 86 e levou uma seleção mediocre ao titulo mundial. A Argentina de 86 sem ele era um timeco. Fique a vontade pra investigar e ver os jogos. Com a bola ele conseguia ser genial, impressionante e no jogo ser….eficaz. Um jogador assim como Maradona existiu? É claro que não..

  21. Diogo Terra

    O Messi é pé-no-chão, aplicado e humilde. Seu sucesso é um retrato do que a Argentina poderia ser – e não é por conta de seus eternos devaneios de grandeza, sua eterna falta de caráter e honestidade e sua eterna cupidez política. Algo muito similar ao que acontece com seu grande vizinho ao norte.

  22. Giuliano Melo

    O Messi realmente tem tudo para se tornar uma das lendas do futebol. Talento e dedicação não faltam, e temos todos que torcer para que as contusões não o atrapalhem.
    Me sinto privilegiado por poder vê-lo jogar, o Wenger está certíssimo no que falou.

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top