Mês: janeiro 2011 (Page 1 of 2)

A seleção da semana é…

…exatamente Ruanda. Em vz de um clube, é legal falar da seleção que volta ao cenário internacional. Um dado sombrio e curioso.

Ler mais

Vitória para comemorar num futebol sem fama

Quase ninguém prestou atenção ao torneio Sub-17 de seleções africanas. É o eterno esquecimento ao continente em ação.

Ler mais

Barça continua demolindo marcas

É um time que deixará mais marcas na história do que já deixou. Com 18 rodadas de campeonato e toda a fase de mata-mata da Liga dos Campeões e semifinal da Copa do Rei, o Barcelona pode jogar outros 38 jogos na temporada.

Comentarista inglês demitido não fez só comentário machista

No final de semana, Andy Gray, ex-jogador e o mais famoso comentarista da TV inglesa foi suspenso por um comentário machista sobre uma auxiliar, Sian Massey, feito fora do ar. Na quarta-feira, ele foi demitido pela rede TV Sky, pondo fim a uma parceria de 20 anos. Aparentemente acaba aí, certo? Não é bem assim. O caso explodiu como uma bomba na Inglaterra – seria mais ou menos como se, no Brasil, Galvão Bueno fosse demitido. Além disso, há cheiro de conspiração. O “vazamento” da gravação que desgraçou Gray apareceu num momento em que ele decidiu processar o tabloide News of the World, por difamação. A treta está no fato de que o tabloide, assim como a Sky, também pertence à News Corporation. “A rapidez com a qual surgiram os vídeos foi suspeita”, opinou a jornalista Allison Pearson, do Daily Telegraph, que lembra que o comentarista tinha uma postura machista desde sempre e nunca foi punido. Gray teria confessado a amigos que o episódio foi “armação” de seus ex-empregadores, segundo o Daily Mirror.
Dois Toques

– A grande discussão gerada pelo episódio cabe bem em outros países: por que razão se aceita esse tipo de comportamento no futebol? Gray era um escroto de marca maior às escondidas (dê uma olhada nestes vídeos e tire sua conclusão) e sempre houve silêncio em relação a isso.
– O contrato rescindido entre Andy Gray e a rede de TV Sky era de R$4.5 milhões anuais – era o maior salário na imprensa esportiva britânica.

As negociações na Série A

O mercado de janeiro ainda será bastante interessante na Itália. É uma necessidade fundamental, principalmente para os três grandes Juve, Milan e Inter. Roma, Genoa e Fiorentina fazem acertos, mas só de lapidação.

Ler mais

O Salvador

Na semana passada, eu ia escrever sobre a eleição no Palmeiras, mas o tempo foi escasso. Na realidade, eu ia escrever é sobre Salvador Hugo Palaia, cujo primeiro nome é uma ironia para com o clube. O resultado da eleição, sinceramente, não importava. A vitória já estava decidida e o derrotado, certo, qualquer que fosse o resultado. Era o clube.

Ler mais

R$10 milhões separam David Luiz do Chelsea

Ele era o zagueiro predileto do técnico Carlo Ancelotti já no começo da temporada, mas a pedida de R$60 milhões do Benfica era maior do que o Chelsea queria pagar.

Barcelona genial é o time mais baixo da Europa

Um estudo feito pelo PFPO (Observatório dos Jogadores Profissionais de Futebol) revelou que a média de estatura dos clubes europeus aumentou. Um clube europeu tem em média 8 jogadores com mais de 1m85.

Page 1 of 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top