A diferença de um treinador

A chegada de José Mourinho ao Real Madrid era uma aposta certeira por alguns motivos. Ele atrai a responsabilidade e deixa seu grupo mais leve, ele provavelmente tem cláusulas contratuais que permitem a ele de peitar jogadores, ele entende muito de tática (e tem métodos de treinamento mais avançado que a maioria de seus colegas) e normalmente contrata bem (com algumas exceções tipo Ricardo “Flop” Quaresma). O seu Real já é uma prova do talento do técnico.

O sucesso do Real começa na escolha da dupla de volantes. Khedira e Xabi Alonso são uma mistura perfeita de velocidade e técnica. Quando o Real precisa de dinamismo, tem no alemão um dínamo que avança rumo ao gol; quando precisa de cadência, tem no espanhol um regente paciente. E os dois garante grande guarnição à defesa que, mesmo sem prodígios na lateral (Marcelo é bom, mas não um gênio e Sergio Ramos é melhor na zaga), transformou um setor molóide há anos numa retaguarda de respeito.

Em vez de lançar mão de um segundo atacante, Mourinho também mandou muito bem ao usar Cristiano Ronaldo no meio-campo com Di Maria no lado oposto. Sem a bola, o Real raramente sofre a superioridade numérica em seu campo, com o retorno desses jogadores, conhecidos na Itália como tornantes, o meio-campista que vira ponta na hora do ataque. Özil, agregado à linha, é quase um volante avançado, dado o dinamismo de seu jogo.

Por mais que o Real Madrid seja visivelmente um time bem montado, o segredo de Mourinho é o approach com os jogadores. É fácil se dar conta de que ele governa com mão de ferro e os jogadores o respeitam. Marcelo, que sempre me pareceu irregular, está cada vez mais um lateral equilibrado. Cristiano Ronaldo põe seu talento à serviço do time e o trio Khedira-Özil-Alonso é uma combinação de um dinamismo capaz de fazer frente aos rivais catalães Xavi-Iniesta-Mascherano.

Anteriores

Mapa interativo do ranking da Fifa

Próximo

A fórmula certa para a Roma

7 Comments

  1. Cassiano Gobbet

    Kezman foi free transfer, Duff foi pedido pelo Ranieri (mas foi eleito o MVP da PL no ano anterior à ida ao Chelsea) e Gudjohnsen estava lá antes do Ranieri. Mas teve vários flops: Shevchenko, Tiago, Maniche, Del Horno, Boulahrouz. O Mourinho contrata bem mas não é deus. Eu acho que um técnico pode contratar 5/6 jogadores por ano. Mais que isso tem um percentual de flop alto. abs

  2. Sem dúvidas, Mourinho está acima dos outros. Seus números, sua força de comando e seus métodos provam isso.
    Impressiona como o Real Madrid em pouco tempo passou de um amontoado de jogadores inseguros para um time com consistência para ser campeão europeu.
    Não tem como negar esses méritos a Mourinho.

  3. Rafael Borges

    Eu tenho uma visão um pouco diferente, é inegável que Mourinho é um grande técnico, mas ele não é mágico, esse Real Madrid é muito parecido com o Real Madrid do Pellegrini. As diferenças são algumas peças novas e o bom momento do Cristiano Ronaldo.

    A maior diferença está no meio campo, ambos, aliás, usam a mesma formação, mas o trio ofensivo do Pellegrini tinha Higuaín ou Benzema na direita onde estavam visivelmente deslocadosambos, na esquerda Cristiano Ronaldo que vem jogado melhor com o Mourinho, e Kaká em má forma por lesões no meio.

    O trio ofensivo do Mourinho tem Di María que já conhece bem o Higuaín, Ozil que já conhece bem o Khedira (outra nova contratação) que é melhor que o Lass na minha opnião, e Cristiano Ronaldo em grande fase.

    Quanto ao Marcelo, ele já vinha jogando muito bem com o Pellegrini, mas ainda não é sólido na defesa e acho que nunca vai ser, com o Mourinho ele vem sendo mais regular, pelo menos por enquanto…

    E outra diferença é a contratação de Ricardo Carvalho que também deu segurança para a defesa do Real Madrid. Pepe é esforçado, muito esforçado, e é sempre bom ter um jogador assim no time, mas ele também é violento e estabanado e parece ser, junto com o Marcelo, o ponto fraco da defesa. Isso ficou muito claro no último Milan x Real Madrid.

  4. Raphael

    Hoje o Real tem esquema tático, e não um bando em campo como era. E pra mim, é visivel a evolução do Marcelo desde a temporada passada, e se acentuando nessa.

  5. Boni dos Santos

    É inegavel que Mourinho é um técnico de grande nivel, mas ele não é perfeito. Longe disso. Mas ele vendeu a imagem dele de tal forma, que criou uma paralisia emocional em todos. Quando a contratação parte do Mourinho, o jogador que fracassou é um flop. Se fosse o Roberto Mancini, é incompetência dele, coisa de ex-boleiro que não deveria ser manager etc…

  6. Gilson

    O Real é hoje, creio que sem discussão, a melhor e mais completa alternativa ao Barça. As duas equipes estão em um universo paralelo em relação aos demais clubes do planeta.

    Não vi muitas partidas deles, mas creio que a defesa merengue melhorou, e muito!, por conta de jogadores com mais qualidade que foram contratados para esta temporada. Özil é capaz de criar&cadenciar o jogo com mais qualidade que Granero, por exemplo.

    Com o jogo mais “redondo” na frente, sem tantas bolas perdidas para propiciar contra-ataques aos adversários, como na temporada passada, e sem a defesa ficar tão exposta, o pessoal da retaguarda agradece.

    Mas sinceramente continuo a não entender tanto assim a contratação do Khedira. Acho o alemão um ótimo jogador, mas o Lass, como ele parece gostar de ser chamado em Madri, tem características bem semelhantes e poderia perfeitamente ser ele o titular no lugar do ex-jogador do Stuttgart.

    Acho que aí falou mais alto o entrosamento entre os alemães.

    O fato concreto é que o elenco do Real hoje é tão bom, mas tão bom que jogadores que tenho em alta consideração – não são gênios da bola, mas podem ajudar, e muito!, qualquer outra equipe no planeta -, como Lass, Pedro León e Benzema são banco e raramente jogam.

  7. Olá carrismo. Não discordo que Mourinho contrate bem. Mas a dupla Mancini/Quaresma que não deu em nada na Inter teve Mancini também pedido por ele? E na época do Chelsea? Kezman, Duff e Gudjonssen haviam sido pedidos por ele?
    Abs

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Top